O Mundo Amanhã: Assange entrevista ciberactivistas (parte dois)

Amanhã, dia 28 de Novembro, O Informador, em parceria com a Agência Pública, transmite em exclusivo em Portugal a nona das 12 entrevistas conduzidas por Julian Assange para o projecto O Mundo Amanhã. Esta semana, o fundador do WikiLeaks – que realizou este projecto em parceria com o canal Russia Today – continua a entrevista aos ciberactivistas Jacob Applebaum, Andy Mueller-Maguhn e Jeremie Zimmermann. O episódio será colocado online às 20h. A primeira parte pode ser vista aqui.

Jacob Applebaunn é investigador da Universidade de Washington e membro do Projecto Tor, um sistema de anonimato online disponível a todos que luta contra a cibervigilância e a censura na internet. Jacob acredita que todos temos o direito a ler sem restrições e a falar livremente. Em 2010, quando Julian Assange não pôde dar uma palestra em Nova Iorque, Jacob assumiu o seu lugar. Desde então que tem sido perseguido pelo governo americano: já foi interrogado em aeroportos, sujeito a revistas intimas enquanto era ameaçado de violação na prisão por agentes da autoridade, viu o seu equipamento ser confiscado e o seu site ser pronunciado pela justiça. Ainda assim, mantém-se um apoiante do Wikileaks.

Andy Mueller-Maguhn é um membro e antigo porta-voz do grupo alemão Chaos Computer Club. É especialista em vigilância e está a trabalhar num projecto na wikipédia para dotar o jornalismo de capacidade de vigilância da indústria, o buggedplanet.info. Trabalha em comunicações criptografadas e gere uma empresa chamada Cryptophone, que fornece telecomunicações seguras.

Jeremie Zimmermann é fundador e porta-voz do grupo La Quadrature du Net, a mais proeminente organização europeia de defesa do direito ao anonimato na internet. Trabalha na construção de ferramentas para que o público possa usar em debates abertos. Está também envolvido nas guerras dos direitos de autor, no debate sobre a neutralidade da internet e outros assuntos cruciais para o futuro da web livre. Pouco depois desta entrevista foi detido por dois agentes do FBI quando estava a deixar os Estados Unidos e interrogado sobre Julian Assange e o Wikileaks.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s