O negócio que fez cair Duarte Lima

Duarte Lima foi recentemente acusado pelo Ministério Público de burla e branqueamento de capitais, num processo em que o lesado foi o BPN. O esquema começou com a obtenção de um empréstimo para financiar a compra de vários terrenos em Oeiras, junto ao local onde esteve para ser construído o novo edifício do IPO. Tudo foi feito através de um fundo criado para o efeito, o Homeland, do qual Pedro Lima, filho do advogado, era o principal titular – apesar dos seus parcos rendimentos. É interessante comparar a acusação do Ministério Público – que, por motivos legais, não pode ser aqui reproduzida -, com as notícias publicadas na Sábado pelo António José Vilela  em Janeiro de 2010. Está lá tudo. Resta saber porque o processo levou tanto tempo a ser concluido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s