Grupo com ligações à Al Qaeda decapitou um padre fransciscano na Síria

o-FATHER-FRANCOIS-MURAD-570

François Murad era um padre franciscano que fazia trabalho religioso na Síria. Com o início da guerra, o templo que estava a construir foi destruído e o clérigo obrigado a refugiar-se no convento da Custódia da Terra Santa – até que, no passado dia 23 de Junho, foi capturado e assassinado por elementos do Jabhat al-Nusra, um grupo de rebeldes sírios com ligações à Al Qaeda. A notícia foi dada pelo site Catholic Online, que obteve a confirmação do Vaticano e é acompanhado por um link para um vídeo que mostra o que se julga ser a decapitação do padre e de outras duas pessoas. Nas imagens é possível ver um grupo de combatentes a filmar e a tirar fotografias enquanto um homem corta a cabeça dos prisioneiros com uma faca de cozinha. Não o partilho por ser demasiado chocante. 

Recordo apenas que no final de Maio a União Europeia aprovou o fim do embargo de venda de armas aos rebeldes sírios a partir de 1 de Agosto. Oficialmente, o material militar deveria servir para apenas para as milícias “defenderem as populações”. Mas a ideia de que existem combatentes moderados mostra apenas o estado de hipocrisia a que a realpolitik do Ocidente chegou. Esta notícia é a penas a prova disso.

o-BEHEADING-PRIEST-570

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s