A mentira de José Sócrates

Há cerca de um mês, a Maria Henrique Espada ligou a José Sócrates para confirmar uma informação: a tese do ex-primeiro ministro seria sobre tortura. Na altura, Sócrates foi peremptório: “Não. Aliás, peço-lhe que não escreva isso porque estará a enganar e a induzir em erro os leitores da sua revista, estará a dar-lhes uma informação errada.” Ainda acrescentou: “Isso não é verdade”. Afinal, era mesmo. Foi o próprio que o admitiu ao Expresso. José Sócrates não teve um “equivoco factual”. Muito menos disse uma “inverdade”. Ele, simplesmente, mentiu. E confrontado com a mentira teve uma reacção à “animal feroz”: “Eu não lhe admito isso, nem que me peça explicações”. Depois lá deu uma explicação para o sucedido – que é bastante reveladora sobre ele próprio. Está hoje na Sábado.

fotografia (13)

11 thoughts on “A mentira de José Sócrates

  1. Este homem desde que entrou até que saiu só soube mentir e fazer promessas,mas nós os portugueses já devíamos de estar habituados pois todos os que vão para aquela cadeira o fazem.Eu estou farta de dizer,que se aquela cadeira fizesse calos nas mãos,ninguém quereria sentar-se lá!
    E todos eles deviam de ir para pagadores de promessas,talvez assim não se esquecessem tão depressa daquilo que nos prometem!

  2. A Senhora Espada só quer protagonismo e o Sócrates só é parvo por lhe atender o telefone. A Espada pergunta: o Senhor escrevu um livro sobre a tortura? e ele repondeu não. Depois o megócios deu uma caixa e o Expresso completou a noticia, que o próprio até agora não confirmou. ou seja, Sócrates publica um livro da sua tese de mestrado, sobre a TORTURA NOS PAISES DEMOCRÁTICOS. Portanto não é um livro sobre a tortura. Deve ser familiar do Espada capacho do Cavaco. e queria uma noticia em primeira mão. Assim faz mais uma tempestade num copo de água. Porque não escreve sobre o ALFORRECA e as suas professoras na Lusiada, Maria Luisa Albuquerque e Teresa Leal Coelho, ambas muita sérias e nada mentirosas, para saber quantos créditos deram ao aluno para ele ter uma licenciarura? Pelo menos são bem pagas, uma já chegou a Ministra e a outra a Vice Presidente apesar das falsificações que fez no Benfica e no Centro Cultural de Belém. Assim faria um trabalho original de que ninguém fala porque ainda estão com prometidos pelo trabalhinho da CORJA para levar o Passos ao pote

    • Está equivocada. A Maria Henrique Espada perguntou se ele estava a preparar uma tese sobre tortura (que obviamente, está. Seja em países democráticos ou ditaduras não deixa de ser sobre tortura). Ele próprio confirmou isso ao Expresso. Também não tem qualquer ligação familiar ao João Carlos Espada.
      Se tem provas sobre mentiras, ou qualquer tipo de favorecimento/falcatruas por parte da Maria Luis Albuquerque ou da Teresa Leal Coelho pode sempre enviá-las. Certamente serão tratadas.

  3. não achando interessante li que o que Socrates fez não foi uma tese pois o que tirou nãofoi um doutoramento mas uma formaçãotipomestrado. Se for assim quem mente é quem diz que o ex 1º mentiu, não?

    • Não. As teses não são apenas de doutoramento. Há teses de mestrado, teses de fim de licenciatura. O que José Sócrates vai publicar em livro é a tese do curso que esteve a tirar em Paris. Seja ele de que tipo for.

      • A senhora espada precisa de um anónimo para a defender. A espada não tem talento para defender uma tese de nada e como lacaia de um tabeloide tenta dar uam dentada ns vitima, qual mastim. Quanto às 2 professoras do alforreca na Lusíada eu não disse que elas deram créditos ao aluno apenas perguntei à investigadora espada se sabia algo sobre isso e o ntp ou DDT também pode responder a esse detalhe. Um detalhe eu sei, quando a mastim Leal Coelho foi ajudante do Vale e Azevedo, foi acusada pelo Vilarinho que mandou fazer uma auditoria de falsificar assinaturas. O mesmo ela fez no CCB segundo declarou o Presidente da altura. S o senhor DDT puder esclarecer as minhas duvidas ficarei muito grata

      • Nem eu sou anónimo nem a Maria Henrique Espada precisa de alguém para a defender. Aconselho-a a fazer uma simples pesquisa na internet antes de voltar a escrever um comentário como este. Além de me poupar tempo, poupa-me o trabalho de dizer que aqui não são permitidos comentários insultuosos. E poupa-se a fazer figuras ridículas

  4. Cara “Florinda Flor”, como eu já disse, neste blogue não são permitidos insultos. Se quiser comentar terá de o fazer educadamente. Até lá, os seus comentários não serão autorizados

  5. Pingback: De quem falamos quando falamos de José Sócrates | O Insurgente

  6. Pingback: “Sócrates Fala”, diz a TVI. E nós não devemos acreditar numa única palavra do que ele diz | O Insurgente

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s