As instalações mais secretas de Guantánamo – onde terroristas eram convertidos em espiões

Após o 11 de Setembro, e à medida que centenas de prisioneiros começaram a chegar à prisão de Guantánamo, a CIA decidiu usar alguns dos detidos para um objectivo muito específico: infiltrar agentes na Al Qaeda. Para isso criou um programa secreto dedicado a converter alegados terroristas em espiões decididos a matar os inimigos dos Estados Unidos. A poucas centenas de metros dos edifícios administrativos da prisão de Guantánamo, a CIA construíu um complexo – baptizado de Penny Lane – com oito pequenos bungalows onde os candidatos a espiões eram instalados e analisados. Muitos voltaram aos seus países com muito dinheiro no bolso e um objectivo claro. Alguns cumpriram-no. Outros não. A alguns a CIA perdeu-lhes o rasto. E apesar de ter terminado em 2006, o programa manteve-se secreto até hoje: dia em que a Associated Press divulgou a história. Aqui.

e47c63cfd53e2a27440f6a70670046a8

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s