A Guiné-Bissau livrou-se de António Indjai

Com os olhos postos no Estado Islâmico, na Ucrânia e na crise do Ébola, passou despercebida uma notícia importante: o Presidente da República da Guiné Bissau, José Mário Vaz, exonerou na segunda-feira o chefe de Estado Maior das Forças Armadas, António Indjai.

O militar, que tinha chegado ao cargo através de um golpe militar, foi o líder do golpe de Estado de 12 de Abril de 2012 que depôs Carlos Gomes Júnior e Raimundo Pereira e deixou a Guiné Bissau sem um governo reconhecido internacionalmente. Indjai foi também implicado no tráfico internacional de cocaína e alvo de um mandado de captura emitido pelo governo dos Estados Unidos.

GUINEA-BISSAU COUP D`ETAT

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s