Micro revista de imprensa

Factos são factos. Bastou Passos Coelho enviar uma carta à Procuradoria Geral da República para o procurador recém empossado titular do caso Tecnoforma extrair uma certidão, analisar a contabilidade da empresa e arquivar o caso. Tudo em 24 horas. De fora ficaram diligências consideradas importantes pelo anterior responsável pelo inquérito: inquirir testemunhas e ver a contabilidade do Conselho Português para a Cooperação e da empresa Liana. Um turbo-inquérito, consultado pelo José António Cerejo, hoje no Público.

fotografia (5)

Nota: a micro revista de imprensa destaca um artigo publicado nos jornais e revistas portugueses. Pode ser uma notícia, uma reportagem, uma entrevista ou uma crónica. Pode ter várias páginas ou ocupar uma coluna. O critério é sempre o mesmo: importância, interesse e qualidade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s