Cinquenta murros no estômago

Parece que foi ontem. Não foi. Há precisamente quatro anos, o livro Dias de Coragem e Amizade chegava às livrarias. Foram meses de trabalho. Dezenas de entrevistas de norte a sul do país. Muitas delas interrompidas por lágrimas provocadas pela intensidade das memórias. Intensidade que revivi vezes sem conta enquanto transcrevia as gravações. São palavras sentidas. Saem bem lá do fundo. Muitas vezes revolvem as entranhas. Batem de frente. O impacto é o equivalente ao de sucessivos murros no estômago. São 50 testemunhos. Podiam ser muito mais. Uma pequena amostra que talvez ajude a que a memória não se apague. Porque há actos e pessoas que merecem ser recordados. Nunca esquecidos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s