Apresentação

Nasci em 1978, em Lisboa e licenciei-me em Relações Internacionais, na Universidade Lusíada, quando os cursos ainda eram de quatro anos e não havia equivalências. Tirei uma Pós-Graduação, também em Relações Internacionais, no ISCSP e depois fiz o curso de especialização em jornalismo no CENJOR.Em 2010 fui bolseiro do Programa José Rodrigues Migueis, patrocinado pela Fundação Luso Americana para o Desenvolvimento, que levava a Washington um conjunto de jornalistas para um curso de “reciclagem” no Committee for Concerned Journalists,

Escrevi o meu primeiro artigo para o Internacional de O Independente: um texto “excitante” sobre as eleições regionais alemãs. Meses depois entrei na SIC-Notícias como estagiário. Acumulei os dois empregos durante nove meses e no início de 2003 fixei-me no Indy onde me tornei jornalista e mais tarde editor de Internacional e de Sociedade.

Em 2006 recebi um telefonema que me fez mudar de vida. Da Avenida Almirante Reis passei para a Avenida Conde Valbom, onde ficava a redacção da SÁBADO. Tornei-me sub-editor da Sociedade e mais tarde passei para o Portugal.

Desde então escrevi quatro livros. O primeiro conta a história de uma mulher que ambicionava pertencer à alta sociedade e acabou por encomendar a morte do marido: Maria das Dores, a viúva negra (2008). O segundo assinalou as cinco décadas do início da guerra colonial/ultramarina através do testemunho de 50 veteranos de todos os ramos das Forças Armadas. Dias de Coragem e Amizade (2011) foi um livro que me permitiu conhecer homens e mulheres incríveis cuja história não pode nem deve cair no esquecimento. Estas são algumas delas:

O terceiro explica como um pequeno grupo de pessoas conseguiram construir, financiar e transformar o autodenominado Estado Islâmico na mais bem sucedida organização terrorista da História, conta como um grupo de portugueses e luso-descendentes decidiram juntar-se-lhe e relata ainda a forma como as autoridades (SIS e PJ) souberam da sua presença na Síria. Foi publicado em 2015 e chama-se Os Combatentes Portugueses do Estado Islâmico.

 

O mais recente debruça-se sobre o outro lado desse conflito: Heróis Contra o Terror conta a história de Mário Nunes, o primeiro português a partir para a Síria para lutar contra os terroristas do Estado Islâmico. O ex-militar da Força Aérea juntou-se às YPG – as Unidades de Protecção Popular curdas – e cumpriu duas comissões em Rojava. Ao longo do livro, explico também os motivos que levaram centenas de voluntários ocidentais a viajar às proprias custas para a Síria, as origens históricas da questão curda e o fim trágico de Mário Nunes.

Este blogue nasceu com o objectivo de explorar novos caminhos: a opinião, a crónica, a fotografia, o vídeo e várias ferramentas multimédia. É um olhar sobre Portugal e o mundo, mas também sobre o que de melhor se faz no jornalismo. Vamos ver onde o futuro o leva. Espero que gostem.

4 thoughts on “Apresentação

  1. Pingback: France asks allies to help more with war against ISIL | CCTV America

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s