Na última ditadura da Europa

Em 1994, os bielorrussos elegeram Alexander Lukashenko. Foram as primeiras eleições democráticas no país recém independente da União Soviética. E também as últimas. Desde então, Lukashenko ergueu um regime em tudo semelhante à antiga URSS – e foi o único a manter a designação de KGB para os serviços secretos. O que lá se passa é um mistério para os meios de comunicação ocidentais. Este ano, o jornalista do Channel 4 News Jonathan Rugman conseguiu um visto de entrada no país. Mas após a primeira visita, em Março, o documento foi revogado sem explicação. Esta é a reportagem.