Os “lost boys” do Sudão

Quando chegaram a um campo de refugiados no Sudão, em 2001, os correspondentes do 60 Minutes iam fazer mais uma reportagem. No entanto, essa “reportagem” não era “mais uma”. Transformou-se numa viagem de 12 anos em que os “Lost Boys” do Sudão se adaptaram à vida nos Estados Unidos – e se tornaram parte da família dos jornalistas.