Estado Islâmico reivindica atentado em Manchester

Demorou poucas horas: o autoproclamado Estado Islâmico acabou de reivindicar o atentado terrorista em Manchester. Ao contrário dos últimos ataques, o grupo terrorista fê-lo através do seu órgão de comunicação central e não através da mais conhecida Agência Amaq – o que poderá indicar que foi um atentado conduzido e não apenas “inspirado”. Para além disso, a reivindicação refere terem sido colocados vários engenhos explosivos por um “soldado do califado” e não refere qualquer bombista suicida. O ataque é também justificado pelas “agressões” aos muçulmanos. A reivindicação foi primeiro publicada em árabe e logo depois em inglês. resta saber se irá ser divulgado em breve algum vídeo do autor a jurar fidelidade a Abu Bakr al-Baghdadi.