Tudo o que precisam de saber sobre… a Tecnoforma e Passos Coelho

Recebeu? Não recebeu? Declarou? Não declarou? Estava em exclusividade ou não estava em exclusividade? Quando começou o caso e o que se sabe? Algumas respostas ainda não são claras. Mas outras são. O que se sabe é isto: este é um caso que ameaça a credibilidade do primeiro-ministro e a sua manutenção no cargo. Passos Coelho é o político que sempre se apresentou com uma seriedade à prova de bala. O homem sério que vive em Massamá e passa férias na Manta Rota. Ser apenas mais um deita por terra toda a imagem em que se apoiou para impor a política de austeridade. Isto é tudo o precisam de saber sobre o Passosgate.

“Quando convidou Passos Coelho para presidir à ONG prometeu-lhe um ordenado, uma avença ou qualquer outro pagamento?

Vou pedir-lhe para parar a gravação.

Reinício da gravação (13minutos depois).

Pedro Passos Coelho era remunerado pela ONG ou pela Tecnoforma?
Eu não me recordo de remunerações, não me recordo. Só
posso dizer que as despesas que envolviam os custos do
CPPC eram todas pagas pela Tecnoforma.
Ele não tinha remuneração oficial, é isso?
Não havia contrato nem nada.

passoscoelho-sisap-2702123218e513_400x225

O parecer que deu a Passos Coelho o subsidio de reintegração por exclusividade de funções

Via Expresso diário

2014-09-23-DOC001-1

 

 

2014-09-23-DOC001-3 2014-09-23-DOC001-4 2014-09-23-DOC001-5