Glenn Greenwald, um ano depois das primeiras revelações sobre a NSA

A 1 de Junho de 2013, Glenn Greenwald foi o primeiro jornalista a encontrar-se com Edward Snowden. Conheceram-se em Hong Kong, após meses de trocas de mensagens encriptadas. As primeiras horas foram passadas com o repórter a interrogar o antigo analista da NSA num hotel para perceber quais as motivações para aquela que seria uma das maiores fugas de informação da história. A primeira de um conjunto de notícias que lhe valeram o prémio Pulitzer foi publicada a 5 de Julho. Quase um ano depois, Greenwald está a lançar o livro “Sem Esconderijo” onde conta como tudo aconteceu e, em entrevista à PBS, recordou a importância das revelações que foram feitas.

A vida e o legado de Nelson Mandela

Um trabalho com o selo de qualidade da PBS. Nove décadas de vida, em 18 minutos. Toda a vida: a luta, a prisão e a reconciliação com os opressores.

A luta das mulheres sauditas pelo direito a… conduzir

No passado fim-de-semana as mulheres sauditas enfrentaram as autoridades e pegaram nos seus carros. Apesar de não haver uma lei que as proíba de conduzir, a polícia não tem hesitado em prender aquelas que ousem fazê-lo. Tal como não podem andar de bicicleta devido às regras religiosas. Várias mulheres voltaram a desafiar as autoridades e falaram ao programa NewsHour, da PBS.