Coisas da Sábado

Este é um mês de festa. Parece que foi ontem que começámos, mas no próximo dia 7 a SÁBADO celebra o 14º aniversário. Sim, somos ainda uma publicação adolescente – com tudo o que isso tem de bom: a irreverência, a vontade de fazer mais e melhor, a ambição de chegar onde ainda não chegámos, a expectativa de alcançarmos um lugar na história do jornalismo português. Muito mudou nos últimos anos. Das pessoas às instalações. Mas continuamos a dar o nosso máximo para fazer o melhor, como fizemos sempre ao longo de 731 semanas, tendo sempre como critério máximo o interesse do leitor.

Para assinalar este 14º aniversário decidimos fazer uma homenagem à mulher portuguesa. Para isso preparámos um dossier especial de 23 páginas, dedicado às mulheres mais poderosas e influentes do país. Foi um trabalho que demorou várias semanas a preparar. Inclui fotografias, entrevistas e testemunhos exclusivos de 50 mulheres das mais diversas áreas: da política aos negócios, da justiça à ciência e cultura.

Para além disso temos ainda espaço para uma excelente edição. Começamos com uma entrevista exclusiva a Natalia Soljenítsina, a viúva do autor de Arquipélago Gulag; contamos todas as ligações perigosas de Manuel Pinho; recordamos as promessas de paz e fracassos na Península da Coreia; explicamos os benefícios do crédito consolidado; lembramos como o festival da canção mudou a vida a dezenas de artistas; assinalamos as situações em que os médicos dizem às grávidas para continuarem a fumar; apontamos a luta de Benfica e Sporting pelo segundo lugar; e fazemos uma série de sugestões no GPS: de comida saborosa e com poucas calorias; o festival Terras Sem Sombra; o novo filme de Lucrácia Martel; sugestões de prendas para o Dia da Mãe; e muito mais. Boas leituras.

DUAS CAPA SÁBADO 731

Coisas da Sábado

Um dia mais cedo nas bancas: Revolução genética: do cancro à velhice, as batalhas que estamos a vencer; entrevista a Daniel Goleman, o “pai” da inteligência emocional; centenário da batalha de La Lys: entrevista ao historiador Filipe Ribeiro de Menezes e ao seu pai, o diplomata Pedro Ribeiro de Menezes; as revelações do interrogatório do ex-presidente da ARS de Lisboa, Luís Cunha Ribeiro; as últimas horas de Martin Luther King; as vantagens de amortizar mais cedo o crédito à habitação; todas as suspeitas sobre o marroquino preso em Monsanto acusado de pertencer ao Estado Islâmico; reportagem com as águias e falcões que afastam pombos e gaivotas de Lisboa; a princesa expulsa da família real marroquina; os jogadores que ganham sozinhos; No GPS: dez restaurantes para comer cabrito na Páscoa; a estreia de The Terror; entrevista a Jonathan Safran Foer; Ruy de carvalho no Teatro Experimental de Cascais; e muito mais.

DUAS CAPA SÁBADO 726

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: O regresso dos Gato Fedorento (só por um dia, só para nós); entrevista a Nádia Piazza, o rosto-símbolo da tragédia de Pedrógão Grande; governo não partilha dados do emprego; a dinastia sanguinária dos Assad; os novos produtos que entraram para o capaz que calcula a inflação (e a saída do sabão azul e branco); Ministério Público investiga fraude na atribuição de subsídios europeus para a compra de barcos; entrevista de vida ao estilista Tony Miranda; o perfil da primeira submarinista portuguesa; o piloto Miguel Oliveira em entrevista;. No GPS: as exposições, concertos e arte de rua do Festival Tremor, nos Açores; os novos animais do Badoca Park; os 182 anos da cervejaria Trindade; o regresso de José Pedro Gomes; e muito mais.

DUAS CAPA SÁBADO 724.jpg

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: Sexo, dinheiro e maçonaria: todos os secredos da captura do espião do SIS; entrevista a Guillermo del Toro; entrevista a Paula Teixeira da Cruz; a nova farda do exército made in Portugal; o (último) regresso de Berlusconi; Entrevista a Paulo de Vilhena; uma semana só a ver a Sporting TV; a anatomia da música de Salvador Sobral; as quebras de etiqueta de Meghan Markle; Diogo Infante apresenta o Deus da Carnificina; No GPS: especial sobe os óscares da academia; o novo restaurante do chef José Avillez; a mais recente adaptação de O Principezinho; e muito mais.

Bonus grátis: o segundo volume da colecção História do Século XX da revista Time.

DUAS CAPA SÁBADO 722

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: Ansiedade: as novas armas para vencer a doença do século; o que está a ser feito para prevenir os incêndios; entrevista ao Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita; AR-15, a arma preferida dos massacres nos EUA; La Caixa, como começou o império de Isidre Fainé; o dia-a-dia de dois tribunais portugueses; entrevista de vida a Justa Nobre; quem são as verdadeiras supernnanies?; reportagem com os heróis do Caldas, que sonham chegar ao Jamor; a incrível história da patinadora Tonya Harding; No GPS: um roteiro pelos novos restaurantes do Porto; a nova edição de Odisseia; entrevista a Cristina Branco; e muito mais.

Bónus grátis: o primeiro volume da colecção História do Século XX da revista Time.

 

DUAS CAPA SÁBADO 721

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: Os casos que abalam o poder de Luís Filipe Vieira; os bastidores de um presidente hiperactivo; burla milionária a aAngola foi arquivada; o exílio de Charles Puidgemont na Bélgica; as iranianas que desafiam o regime; porque a Gulbenkian vai abandonar o negócio do petróleo; reportagem com a equipa da PSP que vigia o consumo de álcool por menores na noite de Lisboa; os cinco novos fenómenos da comédia portuguesa; dicas para melhorar a relação; o treinador que criou o Super-Ronaldo; a história de Gloria Grahame. No GPS: conheça Vasco Coelho dos Santos, o chef sensação de 2007 com restaurante no Porto; o novo restaurante de Jamie Oliver no Príncipe Real; cinco revelações sobre o final d’as 50 Sombras; as melhores festas de Carnaval do país: entrevista ao actor Marcos Caruso; e muito mais.

 

DUAS CAPA SÁBADO 719.jpg

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: A nova cura revolucionária contra o cancro; Lisboa: da baixa rica à Zona J pobre; o almanaque da campanha; os fetiches linguísticos do poder local; o que a Espanha perde se a Catalunha for independente; juiz impediu a Judiciária de fazer buscas a Luis Filipe Vieira; entrevista de vida a Vitor Feytor Pinto; o fenómeno musical Avenida Q; as perguntas que o seu filho não quer ouvir.  No GPS: um raio-x ao hip-hop português; o melhor pato à Pequim do mundo (vá, de Lisboa); o festival Walk & Talk na Terceira, nos Açores; e muito mais.

DUAS CAPA SÁBADO 700.jpg

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: O mistério da cocaína: namorada de Sócrates confrontada com suspeita de compra de drogas para o ex-primeiro-ministro; entrevista a Jan-Werner Muller; Miguel Poiares Maduro e Francisco José Viegas falam sobre comida; Graça Mira Gomes, a nova chefe das secretas; governo não diz o que fez com o dinheiro doado para Pedrógão; Matosinhos: candidatos fazem debate por WhatsApp; quem são os cientistas do programa nuclear da Coreia do Norte; como a Impresa chegou ao estado actual; entrevista de vida a Paulo Branco; os implantes que ajudam crianças surdas a ouvir; o stresse do regresso às aulas; No GPS: visita guiada a Arroios, à boleia do Film Festival do bairro lisboeta; entrevistas a Andy Gill (líder dos Gang of Four) e à autora do livro Comunidade, Ann Patchet; e muito mais.

capa_Sabado_697.jpg

Coisas da Sábado

Esta semana nas bancas: Seis jóias da Europa, deslumbrantes e baratas; Frederico Carvalhão Gil revelou os cinco nomes entregues aos russos; Assunção Cristas e Ricardo Robles falam sobre a paixão pelas bicicletas; Angola: resultados das eleições continuam por divulgar; os seguros em tempo de terrorismo; entrevista ao marroquino preso em Monsanto por suspeitas de pertencer ao Estado Islâmico; confrarias, há para todos os gostos; Pêpê Rapazote, o novo protagonista de Narcos; ser menina e trepar às árvores e jogar futebol; os verões trágicos da princesa Diana; as acrobacias da Red Bull Air Race. E no GPS: os novos restaurantes de Lisboa e Porto; o regresso de Narcos; a 4ªa edição do festival LISB-ON; saiba o que ver no MOTELX; e muito mais.

Boas leituras.

DUAS CAPA SÁBADO 696

Coisas da Sábado

Há semanas em que é um privilégio fazer parte de uma redacção onde a principal preocupação é dar a melhor informação aos leitores. Onde se sente uma inquietude em relação aos problemas que afectam a sociedade. Foi por isso que quando o Eduardo Dâmaso chegou ao pé de mim para me perguntar “queres ir para Barcelona?” horas depois do atentado da passada quinta-feira, 17, a resposta só podia ser uma: “claro”. Foi a primeira vez que o Estado Islâmico atacou na Península Ibérica, bem aqui ao nosso lado, num local amplamente visitado por portugueses. Se uma coisa destas não nos faz atravessar a fronteira, para ver, ouvir e contar, o que fará?

O resultado faz a capa desta semana da SÁBADO, com uma belíssima ilustração do Vasco Gargalo (se não estou enganado, também isso é histórico: que me lembre é a primeira vez que a imagem de capa da revista é feita por um ilustrador). Estive em Barcelona, mas sobretudo em Ripoll, a pequena cidade junto aos Pirinéus, onde a maioria dos terroristas vivia.

Mas não é só isso que faz da SÁBADO desta semana uma excelente revista. A Maria Henrique Espada faz um retrado do país – o nosso – onde ninguém é responsável por nada; a Raquel Lito esteve em reportagem nos incêndios de Mação; a Sara Capelo escreve sobre os movimentos supremacistas brancos nos EUA; o Bruno Faria Lopes mostra a revolução que está a acontecer na venda de automóveis; o Ricardo Silva conta a história do Espírito Santo que combateu na guerra civil de Espanha; o Marco Alves mostra quem é a dona do Dona Bia, o conhecido restaurante da Comporta; e o Rui Miguel Tovar entrevistou Paulo Fonseca a propósito do Sp. Braga – FC Porto do próximo fim-de-semana. Já o GPS faz capa com um guia para o Oeste feito pela Ágata Xavier, pelo Gonçalo Correia e pela Rita Bertrand; o Diogo Lopes entrevistou o chef pasteleiro do restaurante de gordon Ramsay, em Versalhes; o Gonçalo Correia antecipa o festival Vilar de Mouros; e a Ângela Marques escreve sobre o novo filme Como Cães Selvagens; e muito, muito mais. Boas leituras

capa_Sabado695.jpg

Coisas da Sábado

Amanhã nas bancas: Boa vida na costa alentejana (durante todo o ano); entrevista à psicóloga da Polícia Judiciária, Cristina Soeiro; Miguel Sousa Tavares e a deputada Patricia Fonseca falam sobre o amor à caça; reportagem com André Ventura, o polémico candidato a Loures; como Angola evoluiu entre 1979 e 2017; o tribunal que decide os processos de milhões; bairro da Bica em Lisboa ocupado por traficantes de droga; entrevista de vida ao cirurgião Manuel Antunes; os perigos de deixar os miúdos sozinhos em casa nas férias; as três mulheres de Abramovich; as aventuras do Sporting na Roménia. No GPS: os restaurantes para comer peixe grelhado; a estreia de Wind River; a antevisão do festival do Crato; o controverso livro erótico de Pierre-Félix Louys; e muito mais.

capa_Sabado694

Coisas da Sábado

Amanhã nas bancas: grande entrevista a Bárbara Guimarães; como o Estado Novo minimizou as cheias de 1967; o apoio histórico do PCP ao chavismo; Miguel Frasquilho e Pedro Mota Soares explicam a paixão pela corrida; os mercenários da jihad; as novidades da investigação ao desaperecimento de armas de Tancos; exploração laboral: os novos escravos; o último dia de A Gôndola (com Marcelo Rebelo de Sousa); a moda dos casamentos low-cost; os famosos que são demasiado famosos; Barcelona, o clube de onde grandes jogadores saem a mal. No GPS: guia dos melhores parques para acampar no meio da natureza; a estreia de Atomic Blonde; os 25 anos de Paredes de Coura e o guia para a edição deste ano; dicas de coisas para fazer no Algarve e no Alentejo; e muito mais.

capa net

Coisas da Sábado

Amanhã nas bancas: Os sete testamentos de Américo Amorim; Bagão Félix e Sá Fernandes falam da sua paixão pela botânica; o projecto de Luís Montenegro para liderar o PSD; as pequenas grandes vitórias do PAN; os líderes que mudam a Constituição a seu favor; autoridades já prenderam 70 incendiários este ano; perfil de Rafic Daud, o CEO da primeira empresa de calçado personalizado para homem; uma semana a estagiar na cozinha de José Avillez; os pioneiros das hóstias sem glúten; entrevista de vida a Venceslau Fernandes. No GPS: roteiro das artes de São Miguel, nos Açores; o laboratório de Kimya em Cascais; entrevista a Benjamim Booker; a semana do MEO Sudoeste; sugestões para o Alentejo e Algarve; e muito mais.

CAPA SÁBADO 692 HP

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: Os luxos dos brasileiros ricos em Portugal; entrevista ao “moonwalker” Charlie Duke; denuncia alertou para risco de furto em Tancos; Paulo Vistas despediu apoiante grávida de Isaltino Morais; os segredos da investigação arquivada ao SIRESP; entrevista a Nuno Morais Sarmento; o monge que enfrenta o Estado Islâmico; a vida e as polémicas de Medina Carreira; reportagem no laboratório da Polícia Judiciária; os pais que se portam mal nos treinos dos filhos; as macumbas no futebol. No GPS: o festival de curtas-metragens de Vila do Conde; a nova cerveja artesanal de Lisboa; a autobiografia de rita Lee; guia para o NOS Alive; e muito mais.

CAPA SÁBADO 688 HP

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: Os segredos das investigações policiais às fortunas ocultas dos ricos e famosos; entrevista a Bernard Kouchner; os deputados que andam com a casa às costas; Centeno e Novo, a dupla que enfrenta os técnicos da Comissão Europeia; as dívidas da Hollywood do Algarve; Arlene Foster, a mulher que tem nas mãos o governo britânico; o preço real dos produtos; a avó que vendeu o prédio que não era dela; juntas de freguesia com projectos originais; investigadores portugueses preparam vacina contra a malária; as aventuras do primeiro português a jogar na Rússia; No GPS: gelados novos e originais no Porto e em Lisboa; António Leal fala sobre o musical de Aristides de Sousa Mendes; entrevista ao músico Perfume Genius; e para guardar um mapa com todas – mesmo todas – as praias da costa portuguesa.

CAPA SÁBADO 685 HP

Um encontro com Madeleine Albright

Quando entrei para o curso de Relações Internacionais, em Setembro de 1996, os Estados Unidos estavam em plena campanha eleitoral. De um lado, o presidente em funções, Bill Clinton. Do outro, o republicano Bob Dole. A eleição era, por isso, tema obrigatório de acompanhar. Tal como as teorias das relações internacionais que moldavam o mundo.

Aquela era ainda uma época de mudanças extraordinárias (não são todas?). O muro de Berlim tinha caído há sete anos e a Europa de Leste atravessava a chamada terceira vaga de democratização (que começou em Portugal, em 1974). Do outro lado do Atlântico, Bill Clinton era um defensor vocal da teoria da paz inter-democrática. Ou seja, da tese de que não há guerra entre democracias.

Depois de ser eleito para um segundo mandato, Clinton escolheu para secretária de Estado a mulher que tinha sido, até então, a representante dos EUA na Organização das Nações Unidas. Chamava-se Madeleine Albright. Natural da Checoslováquia – e por isso impedida de se candidatar à presidência -, foi a primeira mulher a ocupar o cargo. E nos anos seguintes tornou-se a grande artífice da expansão da NATO para a Europa de Leste e até hoje uma vocal defensora da paz entre democracias.

Nesse ano, Vasco Rato era o meu professor de Teoria das Relações Internacionais. Recordo-me que no fim do ano, durante o obrigatório exame oral, ele me perguntou o que achava da Teoria da Paz Inter-Democrática. Devo ter dito uma asneira qualquer porque ele respondeu-me com ar de poucos amigos: “então o senhor acha que o Bill Clinton é burro?” Lá balbuciei qualquer coisa, mas confesso que a partir daí não me lembro de muito mais. Só sei que passei com uma nota miserável e que nunca mais me esqueci do que é a paz inter-democrática e de quem foram os seus defensores.

Foi por isso engraçado ver o Vasco Rato, hoje presidente da FLAD, a moderar o debate com Madeleine Albright nas últimas conferências do Estoril (e sim, ela falou na paz entre democracias, teoria em que continua a acreditar). Mas melhor foi ter tido a oportunidade de a entrevistar em exclusivo, entre o fim do debate e o início da conferência de imprensa. Foram apenas 15 minutos, contados ao segundo pela assessora atenta que a acompanhava para todo o lado. No final, não lhe contei esta história. Mas não resisti em pedir-lhe para tirar com ela uma fotografia para a história. Obrigado, madam secretary.

IMG_20170608_153340_954

Foto original: Pedro Zenkl

Coisas da Sábado

Amanhã nas bancas: dietas radicais para ficar em forma num mês; entrevista com Madeleine Albright; (Santo) António Costa, o homem a quem tudo corre bem; o Ministério Público continua atrás dos milhões de Armando Vara; Manuel Pinho é o próximo alvo da investigação aos negócios da EDP; os novos retornados que vêm da Venezuela; quem são os ideólogos dos extremistas britânicos; as melhores histórias da biografia do juiz Carlos Alexandre; as mulheres portuguesas condenadas à morte; entrevista ao chef Vítor Sobral; a poderosa herdeira da Samsung; e entrevista a Pedro Lamy. No GPS: saiba onde comer a melhor sardinha assada; vem aí a febre dos festivais de Verão; entrevista a Arto Lindsay; o regresso literário de Arundhati Roy; e muito mais.

capa_sabado_684

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: A nova loucura das casas; os homens, a política e as fraldas; a maratona autárquica de Passos Coelho; a ligação líbia ao ataque em Manchester; o que acontece se Michel Temer deixar o Planalto?; o advogado que enganou o produtor de filmes para adultos; as histórias mais insólitas dos cruzeiros; as memórias do embaixador japonês em Portugal; guia de boas práticas para juízes e advogados ouvirem crianças; os vestidos da digressão europeia de Melania Trump; e muito mais.

No GPS: o que comem os filhos dos chefs; guia para tirar o melhor da Feira do Livro; os Guns N’ Roses em Lisboa e o mês das festas em Lisboa. Boas leituras.

CAPA_SABADO_683_a.jpg

Coisas da Sábado

Hoje nas bancas: 50 refúgios para descobrir Portugal; entrevista a Edward Snowden; Carlos Alexandre, Sérgio Moro, Baltazar Garzon e António Di Pietro defendem as denúncias premiadas no combate ao crime organizado e à corrupção; os candidatos autárquicos que mudam de poiso; a saída do procedimento de défice excessivo; o regresso do terror ao Reino Unido; Kakay, o advogado dos poderosos brasileiros; o polícia que fazia assaltos violentos; os testemunhos de quem está proibido de frequentar os locais preferidos; a incrível história do avô de José Avillez; fidget spinner, o novo brinquedo do ano; o casamento de Pippa e James; e todos os números de Cristiano Ronaldo. No GPS as novas pizzas e pizzarias de Lisboa e Porto; entrevista a Pedro Caldeira Cabral; o regresso de Twin Peaks; e muito mais.

CAPA_SABADO_682.jpg

Coisas da Sábado

Já nas bancas: Os segredos de Salvador Sobral; o negócio suspeito de Luís Filipe Vieira; o farmville da política portuguesa; o passado, o presente e o futuro do ramsonware; o ex-procurador Orlando Figueira pediu para voltar à prisão; como ficou Fátima depois da saída do Papa Francisco; os momentos decisivos e as estatísticas do tetracampeonato do Benfica; a opinião de Pacheco Pereira e João Pereira Coutinho; e no GPS há arte fora de horas; os locais onde já pode comer caracóis e muito mais. Boas leituras

CAPA SÁBADO 681